30 março, 2011

Projeto Omelca de Surfeterapia - Aulas recomeçam em 2011



Aulas do Projeto Omelca recomeçam em 2011

O Projeto Omelca de Surfeterapia retomou as atividades ontem e nem o tempo nublado afastou a criançada das aulas de surf.

O Projeto Omelca de Surfeterapia visa a inclusão social por meio do esporte. As aulas são destinadas à crianças com dificuldades educacionais especiais.

O Projeto é composto por aulas práticas de surf às terças-feiras e oficinas pedagógicas.

O Projeto Omelca conta com equipe interdisciplinar, formada por técnicos de surfe e profissionais de educação física e pedagogia.

Há, ainda, oficinas recreativas com participação dos pais ou responsáveis. O Projeto Omelca é oferecido pela Escola Radical, localizada no Posto 2, em Santos e se destaca por ser um dos projetos sociais da primeira escola pública de surf do Brasil.

Muito Aloha para mais um ano de Projeto Omelca!

Notícias Relacionadas:

29 março, 2011

Bethany Hamilton inspira filme Soul Surfer

Bethany Hamilton inspira filme Soul Surfer
A surfista havaiana Bethany Hamilton vivia como muitos considerariam um sonho. Surfista profissional, Bethany viu a carreira e a vida quase lhe escaparem em um golpe de azar.

Eram 31 de outubro de 2003 quando ela foi surfar com uma amiga, Alana Blanchard, no pico de Tunnels, na costa norte da ilha de Kauai, no Hawaii.

Por volta das 7h30 da manhã, Bethany estava deitada em sua prancha. O braço esquerdo repousava dentro d’água quando um tubarão tigre de 15 pés a atacou, arrancando o braço da surfista na altura do ombro.

Nos minutos seguintes ao ataque, Bethany chegou a perder cerca de 60% de todo o sangue do corpo, mas graças ao esforço de amigos, que a levaram rapidamente para o hospital, ela conseguiu sobreviver.

Agora, Bethany Hamilton comove o mundo ao voltar a surfar. Em 2005, Bethany venceu o National Championships, o NSSA, equivalente ao colegial de surf americano.

Em 2004, Bethany inspirou o livro“Soul Surfer: A True Story of Faith, Family, and Fighting to Get Back on the Board”, publicado pela MTV Boocks.

Em 2007 a diretora Becky Baumgartner realizou o curta metragem “Heart of a Soul Surfer”, que aborda o período posterior ao ataque, quando Bethany teve que superar o trauma e voltar a surfar.

Desde 2008, ela está disputando o circuito mundial da Association of Surfing Professionals (ASP). Seu melhor resultado foi um 3º lugar, logo na primeira etapa que competiu.

Depois de ser tema de inúmeras reportagens na mídia internacional, sua história inspirou a produção do filme “Soul Surfer”, que terá atores como: Dennis Quaid, Helen Hunt e Carrie Underwood no elenco, e deve chegar às telas do cinema ainda este ano.

Confira o Trailer de “Soul Surfer”.

Aloha!

28 março, 2011

Viedo Bodyboard - Surf em água doce

Durante o O’ Neill Coldwater Classic, etapa seis estrelas do World Star masculino, foi publicado esse vídeo em que os atletas da marca estão surfando em água doce.
Muito legal! Eles chamaram a prática de bodyboard.

Vale a pena assistir!




Aloha!

Notícias Relacionadas:

Projeto Cine Bodyboard - Março - ADDICTION

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

WS Coldwater Classic 2011 - Vídeo com o melhor do quinto dia

Confira o que rolou de melhor no quinto dia de competição em Gisborne, Nova Zelândia, onde rolou mais uma etapa seis estrelas do World Star 2011, o O’ Neill Coldwater Classic 2011.

O catarinense Willian Cardoso ficou com a segunda colocação da prova, mas o vídeo das finais ainda não foi publicado, fique de olho que a gente coloca aqui no SurfinSantos assim que ele sair.

Aloha!



Notícias Relacionadas:

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

WS Coldwater Classic - Aussie derruba brasuca na final

Com a vitória, Melling, embonsou 1000 pontos no ranking unificado
Foto: Cory Scott
O catarinense Willian Cardoso chegou à final do O’Neill Coldwater Classic 2011, mas acabou amargando a segunda colocação da prova, o vencedor da etapa seis estrelas do WS foi o australiano Adam Melling, com 15,20, contra 13,67 do brasileiro.

As quartas de final contaram com a presença de três brasileiros, mas apenas Willian passou para a semi. Ele derrotou o compatriota Thiago Camarão, que arrebentou durante a competição e conseguiu ótimas notas no O’Neill Coldwater Classic.

A outra baixa brasileira foi do paulista Miguel Pupo, que perdeu por exatamente um ponto de diferença para o australiano Stuart Kennedy, 12,67 a 11,67.

Na semifinal,

Confira as finais do O’Neill Coldwater Classic 2011

Quartas-de-final
1 Adam Melling (Aus) 14.66 x 8.33 Gony Zubizarreta (Esp)
2 Joan Duru (Fra) 12.00 x 13.53 Tom Whitaker (Aus)
3 Willian Cardoso (Bra) 12.50 x 8.66 Thiago Camarão (Bra)
4 Miguel Pupo (Bra) 11.67 x 12.67 Stuart Kennedy (Aus)

Seminfinal
1  Adam Melling (Aus) 13,93 X TOM WHITAKER (AUS), 8,06
2 WILLIAN CARDOSO (BRA) 12.94 X 9,67 STU KENNEDY (AUS)

Final
Adam Melling (Aus) 15,20 X 13, 67 WILLIAN CARDOSO (BRA)

Aloha!


Notícias Relacionadas:

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

WS Vans Píer Classic - Vídeo melhores momentos

Confira o que rolou de melhor na praia de Huntington Beach, Califórnia, onde rolou o Vans Píer Classic 2011, etapa quatro estrelas do WS.

O brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, ficou com a segunda colocação da prova.

Aloha!





Notícias Relacionadas:

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

WS Vans Píer Classic - Mineirinho é vice campeão

Mineirinho ficou a 0,10 pontos da vitória rm Huntington Beach
Foto: Hilleman
Rolou nesse fim de semana, em Huntington Beach, Califórnia, o Vans Píer Classic 2011, etapa quatro estrelas do WS.

A final, composta por quatro atletas contou com a presença de um brasileiro, Adriano de Souza, o Mineirinho, que por 0,10 pontos acabou a competição em segundo lugar. O brasileiro fez 14,50 pontos contra 14,60 do norte americano Kolohe Andino, o vencedor da etapa.

O terceiro lugar ficou com Taylor Knox e a quarta posição foi de Damien Hobgood, ambos também norte-americanos.

Kolohe é uma promessa do surf americano, ele também levou para casa o título Pro Junior, competição que rolava paralela com a oficial. Só com etapa do WS ele faturou US$ 12 mil e ainda levou 1000 pontos no ranking unificado da ASP.

Mineirinho fez uma ´pótima apresentação, não apenas na final, mas durante toda a competição. O nome dele figurou como primeiro lugar nas melhores estatísticas do evento, incluindo a de melhor onda, 9,80, em uma onda na semifinal.

Infelizmente, por muito pouco ele não conseguiu a primeira vitória do ano.

Aloha!

Resultado do Vans Pier Classic 2011

1 Kolohe Andino (EUA) - 14,60 pontos
2 Adriano de Souza (Bra) - 14,50 pontos
3 Taylor Knox (EUA) - 10,77 pontos
4 Damien Hobgood (EUA) - 5,04 pontos
5 Gabe Kling (EUA)
5 Damien Fahrenfort (Afr)
7 Conner Coffin (EUA)
7 Asher Nolan (EUA)
129 Bruno Rodrigues (Bra)

Aloha!

Notícias Relacionadas:

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

26 março, 2011

Projeto Cine Bodyboard - Março - ADDICTION


O Projeto Cine Bodyboard volta a levar para a telona imagens sensacionais do universo desse esporte no qual o Brasil está cada vez mais em evidência, o bodyboarding.

O Projeto Cine Bodyboard exibirá em 30 de março o filme ADDICTION que se finalizou após mais de um ano de filmagens e viagens pelas melhores ondas do litoral de SãoPaulo e Rio de Janeiro.

Como nas edições anteriores do Projeto Cine Bodyboard, a entrada será franca e os convites devem ser retirados com antecedência na loja Sthill Wetland do Miramar Shopping, no Gonzaga, Santos.

O filme ADDICTION será exibido dia 30 de março, ás 19h30, no Teatro Guarany, localizado na Praça dos Andradas, Centro Histórico de Santos, litoral sul de São Paulo.

O público que comparecer a esta edição do Projeto Cine Bodyboard irá participar do sorteio de uma prancha de bodyboard Respect, além de concorrer a brindes e kits de bodyboarding.

O filme ADDICTION promete revolucionar a história do Bodyboard Brasileiro, com uma espetacular qualidade de imagens, mesclada com uma linha de edição totalmente diferenciada e inovadora.

Atletas como Renan Faccini, Jardem Amorim, Abner Sccopeta, J.Urdan, Léo Leite, Gabriel Leal, Matheus Esteves entre outros formam esse time que prometem levar o público a loucura com suas performances.
O filme é dirigido por Fábio Pain e editado por Luke Faccini.

O Projeto Cine Bodyboard conta com patrocínio da Sthill wet land e apoio da Invert Style, USA International, Villa Di Pompéia , Respect, Print e conta com a divulgação da Ride IT e Fama assessoria
Notícias Relaciondas:

25 março, 2011

WS Coldwater Classic - Brasucas continuam firmes

Charlie Brown é um dos brasucas que continua na competição
Foto: Cory Scott
O terceiro dia de competição na Nova Zelândia foi de um brasileiro. O catarinense Willian Cardoso arrasou com as ondas e fez a maior somatória do dia, 16,16, pena que foi em um confronto 100 % brasuca.

O segundo colocado na briga foi outro catarinense, Tomas Hermes, que somou 13,03 e deixou para trás o carioca Pedro Henrique e o baiano André Teixeira.

A competição começou na praia de Pines, mas as condições do mar estavam muito ruins e a direção optou para mudar para Gizzy Pipe, um pouco mais direcionada ao centro da cidade.

Os primeiros brasileiros a passarem para a próxima fase foram o paulista Caio Ibelli e o carioca Jerônimo Vargas, que derrotaram Gabriel Medina e o francês Máxime Huscenot.

Jessé Mendes também passou, ficou em segundo na bateria vencida pelo local Matt Lewis Hewitt. Outros brasucas que se classificaram foram Rudá Carvalho, Hizunomê Bettero, Charlie Brown, Marco Giorgi, Miguel Pupo e na última bateria do dia Krystian Kumerson também entrou para esse time.

Além deles, os catarinenses Jean da Silva e Alex Chacon já estavam classificados para a terceira fase.

As baixas brasileiras foram: André Silva, Ricardo dos Santos, Messias Félix e David do Carmo.

Aloha!

Notícias Relacionadas:

24 março, 2011

WS Coldwater Classic 2011 - Acompanhe ao vivo

Acompanhe ao vivo o que rola na Nova Zelândia, em Gisborne, onde acontece mais uma etapa seis estrelas do World Star 2011, o O’ Neill Coldwater Classic 2011.


Caso não consiga visualizar o vídeo, clique aqui.

Aloha!

WS Coldwater Classic 2011 - Vídeo com o melhor do primeiro dia

Começou ontem em Gisborne, Nova Zelândia, mais uma etapa seis estrelas do World Star 2011, o O’ Neill Coldwater Classic 2011.

Confira os melhores momentos do primeiro dia de competição.



Aloha!

23 março, 2011

WS Nova Zelândia 2011 - Brasileiros invadem Nova Zelândia


Thiago Souza quebra tudo no WS Nova Zelândia 2011
Foto:Cory Scott

Os brasileiros começaram bem no WS 6 estrelas da Nova Zelândia 2011.

Dez brasileiros e um peruano competiram hoje, quarta-feira, e todos passaram para a fase dos cabeças de chave do Coldwater Classic 2011.

Operuano Gabriel Villaran e o paulista Caio Ibelli fizeram uma dobradinha da América do Sul contra um australiano e um local da Nova Zelãndia, nas ondas de 4-6 pés do primeiro dia de competição em Gisborne.

Para fechar a participação com 100% de aproveitamento verde e amarela, uma classificação dupla do Brasil com o cearense Charlie Brown e o baiano André Teixeira, no 16º dos 18 confrontos realizados hoje.

A participação verde e amarela ainda promete mais. Mais doze brasileiros ainda vão estrear no Coldwater Classic 2011 e oito deles são cabeças de chave que entram só na segunda fase da competição, já com a premiação mínima de 500 dólares garantida.

Bateria brasileira

Uma inusitada e bastante aguardada bateria só de brasileiros em plena Nova Zelândia vai acontecer em breve. O catarinense Willian Cardoso e o carioca Pedro Henrique já encabeçavam a 15ª bateria, que acabou completada por mais dois brasileiros classificados na primeira fase, o catarinense Tomas Hermes e o baiano André Teixeira., o que garante dois brazucas na próxima fase do WS Nova Zelândia 2011.

Confira o WS Nova Zelândia 2011
AO VIVO .

Veja abaixo os resultados e todas as baterias dos sul-americanos na primeira etapa nível 6 estrelas do WS Nova Zelândia 2011. São 3.500 pontos que serão disputados até o dia 29 de março na Nova Zelândia.

Primeira fase - 144 atletas:

3.a: 1-Maz Quinn (NZL), 2-Thiago de Sousa (BRA), 3-Torrey Meister (HAV), 4-Paul Ward (AUS)
5.a: 1-Jean da Silva (BRA), 2-Chad Du Toit (AFR), 3-Nick Vasiceck (AUS)
7.a: 1-Gabriel Villaran (PER) , 2-Caio Ibelli (BRA), 3-Johnny Hicks (NZL), 4-Luke Cheadle (AUS)
8.a: 1-Jeronimo Vargas (BRA), 2-Mitchel Coleborn (AUS), 3-Patrick Beven (FRA), 4-Kaito Ohashi (JAP)
12: 1-Parrish Byrne (AUS), 2-André Silva (BRA), 3-Luke Campbell (AUS)
13: 1-Jessé Mendes (BRA), 2-Chris Friend (AUS), 3-Jarrad Howse (AUS)
14: 1-Rudá Carvalho (BRA), 2-Matt-Lewis Hewitt (NZL), 3-Daniel Karren (AUS)
15: 1-Tomas Hermes (BRA), 2-Brent Dorrington (AUS), 3-Zen Wallis (NZL), 4-Dane Anderson (EUA)
16: 1-Charlie Brown (BRA), 2-André Teixeira (BRA), 3-Buck Woods (NZL)
19: Marlon Lipke (ALE), Chris Salisbury (AUS), Brent Savage (AUS), Marco Giorgi (URU)
20: Thiago Camarão (BRA), Indar Perez (ESP), Chris Bennetts (AUS)
21: Romain Cloitre (FRA), Beto Mariano (BRA), Dean Bowen (AUS), Luke Hughes (NZL)
22: David do Carmo (BRA), Anthony Walsh (AUS), Jack Freestone (AUS), Tane Wallis (NZL)
24: Tim Reyes (EUA), Dale Staples (AFR), Krystian Kymmerson (BRA)

Segunda fase - entrada dos 48 cabeças de chave (os dois primeiros relacionados):

3.a: Nic Muscroft (AUS), Yuri Sodré (BRA), Maz Quinn (NZL), Nobuyuki Osawa (JAP)

4.a: Nat Young (EUA), Billy Kemper (HAV), Thiago de Souza (BRA), Ty Watson (AUS)
5.a: Roy Powers (HAV), Rudy Palmboom (AFR), Jean da Silva (BRA), Alex Dive (NZL)
7.a: Nathan Yeomans (EUA), Adam Robertson (AUS), Gabriel Villaran (PER), Mitchel Coleborn (AUS)
8.a: Gabriel Medina (BRA), Maxime Huscenot (FRA), Caio Ibelli (BRA), Jeronimo Vargas (BRA)
11: Marc Lacomare (FRA), Joan Duru (FRA), Ryan Callinan (AUS), André Silva (BRA)
13: Cory Lopez (EUA), Mitch Crews (AUS), Jessé Mendes (BRA), Matt-Lewis Hewitt (NZL)
14: Hizunomê Bettero (BRA), Royden Bryson (AFR), Chris Friend (AUS), Rudá Carvalho (BRA)
15: Willian Cardoso (BRA), Pedro Henrique (BRA), Tomas Hermes (BRA), André Teixeira (BRA)
16: Nathaniel Curran (EUA), Lincoln Taylor (AUS), Brent Dorrington (AUS), Charlie Brown (BRA)
17: Dion Atkinson (AUS), Ricardo dos Santos (BRA), Stephen Walsh (AUS), Casey Brown (HAV)
20: Aritz Aranburu (ESP), Messias Felix (BRA)
21: Miguel Pupo (BRA), Jay Quinn (NZL)

22 março, 2011

Surf Universitário - Brasil X Portugal na praia do Futuro

Acontece de 25 a 27 de março, o Terceiro Desafio Internacional de Surf Universitário, na praia do Futuro, em Fortaleza, Ceará. O evento vai receber um confronto inédito, uma disputa entre as seleções do Brasil e de Portugal.

O evento é uma parceria entre a Assocuação Brasileira de Surf Universitário (ABRASU) e a Pan American Surf Association (PASA). O objetivo é fortalecer e incentivar o intercâmbio entre brasileiros e portugueses.

Durante os três dias de programação haverá entregas de kits, city tour e atividades servirão como intercâmbio entre os dois países, como: Palestras, Festas, Cultura e Gastronomia.

A primeira noite contará com um jantar de boas vindas ao som de músicas tradicionais dos dois países, como Fado, Maracatu e Forró. Em seguida uma festa para 1500 convidados universitários, com apresentação das bandas Forró Sacode e Forró Beach & Otílio Moura.

A competição de surf começa no sábado, dia 26, às 10 horas da amanhã. Cada delegação conta com oito universitários.

A seleção brasileira é comandada pelo técnico João Carlos e formada pelos atletas: Darcio Dias (SP), André Fagundes (RN), Renato Coutinho (ES), André Coutinho (SC), Phelipe Maia (CE), Rafaela Bahia (CE), Ana Ceccarelli (PR), Gabriela Silveira (RN) e Carine Gois (AL).

O técnico da seleção portuguesa é Pedro Barbudo e o time é formado por Miguel Ximenez, António Ribeiro, Francisco Sousa, João Luís Guerra, Maria Abecasis, Francisca Sousa, Carolina Guerreiro e Ana Raquel Sampaio.

Para saber mais sobre o evento, o telefone é (85) 9181-0229.

Confira a programação

Sexta, 25/03/2011


- Treinos livres: Início: 07h30 às 09 horas. Ao lado da Barraca Vira Verão - Praia do Futuro-
- Jantar de Boas Vindas para brasileiros e portugueses: Início 20h, Crocobeach - Praia do Futuro
- Festa oficial do evento para 1500 universitários: Sacode Beach Universitário. Início 22:30h, Crocobeach - Praia do Futuro


Sábado, 26/03/2011


- Palestras: Turismo e Motivação. Início: 10h, Auditório Marbello Ariaú Hotel
- City Tour: Início: 15:00h até as 18h (visita equipamentos da nossa capital)


Domingo, 27/03/2011

Ao lado da Barraca Vira Verão - Praia do Futuro:

- Solenidade de abertura da competição: 09h
- Início da Competição: 10h
- Doações de camisas, bonés e cadernos acadêmicos: 12h
- Encerramento e Premiação da Competição: 15h

Aloha!

Notícias Relacionadas:

20 março, 2011

ASP Women's Star 2011 - Vídeo Dia 5 e Final Feminina



Notícias Relacionadas:

WS Austrália 2011 - Melhores momentos Terceiro dia
WS Austrália - Brasucas caem em NewscastleWS Austrália 2011 - Silvana Lima segue na competição
WS - Ibelli chega na quarta fase do Burton Toyota Pro
WS Austrália 2011 - Nove brasileiros competem em Newcastle
Taj Burrow vence World Star 4 estrelas em Burleigh Heads

WS Austrália 2011 - Coco Ho vence ASP Women’s Star

Coco Ho vence ASP Women's Star Austrália 2011

A havaiana Coco Ho, 19 anos, faturou o primeiro WS 6 estrelas feminino do ano na Austrália. Num sábado de ondas excelentes que variavam entre quatro e cinco pés em Merewether Beach, Coco Ho ganhou a decisão do Legendary Pacific Coast Pro contra a californiana Courtney Conlogue, 18 anos, que barrou a peruana Sofia Mulanovich nas semifinais.

A vitória em Newcastle valeu 4.500 dólares, além da liderança no ranking do ASP Women´s Star 2011 com 3.500 pontos.

A havaiana liderou a final de ponta a ponta e venceu o circuito com um placar final de 11,83 x 10,00 pontos.
Outro grande duelo da havaiana em Newcastle foi contra a australiana Sally Fitzgibbons na semifinal, depois de uma disputa caseira com a compatriota Alana Blanchard na fase anterior.

Coco Ho agora volta pro Havaí para depois retornar a Austrália para a segunda etapa do ASP Women´s Tour em Bells Beach

Já a vice-campeã Courtney Conlogue começou o sábado embalada e parecia se preparar para levantar o caneco. Courtney registrou um novo recorde de 18,76 pontos de 20 possíveis para o Legendary Pacific Coast Pro. Na melhor onda, ganhou nota 9,97 dos juízes, quase uma apresentação perfeita nas ondas de Merewether Beach.

Sul-americanas no ASP Women’s Star


A peruana Sofia Mulanovich foi a melhor representante da América do Sul em Newcastle. Só parou na semifinal e ficou em terceiro lugar no evento. A cearense Silvana Lima terminou em 13.o e a argentina Ornella Pellizzari em 19.o. Outras cinco brasileiras competiram, mas perderam em suas estreias na Austrália.

A paranaense Bruna Schmitz ficou em terceiro na sua bateria e em 25.o lugar na etapa. A catarinense Jacqueline Silva e as paulistas Suelen Naraisa e Cláudia Gonçalves foram as últimas nas suas baterias e dividiram a 37.a posição. Já a catarinense Marina Werneck, única que entrou na primeira fase, foi uma das últimas colocadas no campeonato.

Próxima etapa

As maiores surfistas do mundo permanecem na Austrália para participar da segunda etapa com nível máximo do ASP Women´s Star 2011, o Drug Aware Pro, nas potentes ondas de Surfers Point.
A competição acontece de 04 a 10 de abril em Margaret River, onde também vai rolar a segunda prova do ASP World Prime de 6.500 pontos da temporada. A primeira foi o Pro Contest vencido pelo catarinense Alejo Muniz em Fernando de Noronha (PE).

Final:

Campeã: Coco Ho (HAV) com 11.83 pontos – US$ 4.500 e 3.500 pontos
Vice-campeã: Courtney Conlogue (EUA) com 10.00 pontos – US$ 2.300 e 2.640 pontos

Semifinais:

1.a: Coco Ho (HAV) 14.33 x 11.34 Sally Fitzgibbons (AUS)
2.a: Courtney Conlogue (EUA) 10.23 x 7.50 Sofia Mulanovich (PER)

Quartas de final:

1.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 16.10 x 12.67 Paige Hareb (NZL)
2.a: Coco Ho (HAV) 15.17 x 8.90 Alana Blanchard (HAV)
3.a: Sofia Mulanovich (PER) 14.00 x 7.84 Pauline Ado (FRA)
4.a: Courtney Conlogue (EUA) 10.34 x 6.70 Rebecca Woods (AUS)

Quarta fase:

1.a: 15.17=Sally Fitzgibbons (AUS), 9.10=Alana Blanchard (HAV), 7.20=Sarah Mason (NZL)
2.a: 14.24=Coco Ho (HAV), 12.13=Paige Hareb (NZL), 4.47=Philippa Anderson (AUS)
3.a: 10.67=Pauline Ado (FRA), 7.00=Rebecca Woods (AUS), 6.50=Lakey Peterson (EUA)
4.a: 18.76=Courtney Conlogue (EUA), 13.67=Sofia Mulanovich (PER), 18.76=Tyler Wright (AUS)

Ranking ASP Women’s Star 2011 – 2 etapas:

01: Coco Ho (HAV) – 3.500 pontos
02: Courtney Conlogue (EUA) – 2.640
03: Sally Fitzgibbons (AUS) – 2.080
03: Sofia Mulanovich (PER) – 2.080
05: Paige Hareb (NZL) – 1.560
05: Rebecca Woods (AUS) – 1.560
05: Alana Blanchard (HAV) – 1.560
05: Pauline Ado (FRA) – 1.560
09: Tyler Wright (AUS) – 920
09: Lakey Petersen (EUA) – 920
09: Philippa Anderson (AUS) – 920
09: Sarah Mason (NZL) – 920


Sul-americanas:
13: Silvana Lima (BRA) – 800 pontos
19: Ornella Pellizzari (ARG) – 800
25: Bruna Schmitz (BRA) – 410
37: Jacqueline Silva (BRA) – 380
37: Cláudia Gonçalves (BRA) – 380
37: Suelen Naraisa (BRA) – 380
51: Dominic Barona (EQU) – 250

Aloha!