27 fevereiro, 2011

WT - Vídeos das melhores ondas do Quiksilver Pro

Enquanto a prova está parada, o jeito é ver o que já rolou de bom, então confira o Top 3 com as melhores ondas do Quiksilver Pro 2011, que acontece desde o dia 26, em Snapper Rocks, na Austrália.

Aloha!

Melhor Onda 1 - Mick Fanning - 9,33


Melhor Onda 2 - Taj Burrow - 9,27



Melhor Onda 3 - Tiago Pires - 8,33


Notícias Relacionadas:

WT - Competição deve permanecer parada

As ondas estão pequenas e mexidas na Gold Coast Australiana e acabaram por deixar o Quiksilver Pro 2011 parado no sábado e domingo.

A previsão é de que a prova continue assim pelos próximos três dias.

Uma nova chamada acontece daqui a pouco, às 7 horas da manhã, horário local, 18 horas, horário de Brasília.

Aloha!

Notícias Relacionadas:

WT - Alejo é show na Expresson

Alejo levou o prêmio de melhor aéreo na primeira bateria da Expression
Foto: Gabriel Teixeira/Waves
O domingo começou em Snapper Rocks, Austrália, com a disputa da Expression Session, o catarinense Alejo Muniz deu um show e fez uma apresentação sensacional.

As ondas estavam muitos ruins e chegaram só até meio metro e a formação estava prejudicada pelo vento, mas mesmo assim Alejo conseguiu levantar a galera que assistia à disputa.

Na primeira bateria, ele levou US$ 1,5 mil pelo melhor aéreo e o australiano Julian Wilson US$ 1 mil pelo melhor desempenho.

Outros brasucas também entraram no mar, O cearense Heitor Alves, o potiguar Jadson André, o carioca Raoni Monteiro e o paulista Gabriel Medina, ressaltando as apresentações de Heitor e Medina.

Na segunda bateria Alejo e Medina quase levaram melhor aéreo e melho desempenho, lideraram a prova por um tempo, mas os donos da casa Julian Wilson e Josh Kerr acabaram melhorando o desempenho e ficando com as primeiras colocações.

Assista ao vídeo com as melhores manobras da Expression Session

Notícias Relacionadas:

WT - Vídeo primeiro dia de competições Quiksilver Pro 2011

26 fevereiro, 2011

WT - Vídeo primeiro dia de competições Quiksilver Pro 2011

Confira o que rolou de melhor na primeira fase do Quiksilver Pro 2011, a primeira etapa do ASP World Tour, o Circuito Mundial de Surf 2011.

Infelizmente todos os brasileiros caíram para a repescagem logo de cara.

Aloha!

Notícias Relacionadas:

World Tour 2011 - Brasucas se dão mal no primeiro dia de competições

Jadson André (foto) tentou, mas não conseguiu passar por Tiago Pires
Foto: Gabriel Teixeira/Waves
O primeiro dia de competições da primeira etapa do ASP World Tour (WT) 2011 foi muito ruim para os brasileiros, todos os representantes do Brasil caíram já na primeira fase da competição e estão na repescagem.

A primeira etapa do WT, o Quiksilver Pro 2011, começou nesse sábado (horário local) em Snapper Rocks, na Gold Coast Australiana. Aqui no Brasil ainda era noite de sexta-feira, quando foi chamada a primeira bateria da competição para entrar na água.

Mineirinho tentou, mas ficou em segundo e está na
repescagem. Foto: Gabriel Teixeira/Waves

Entre os atletas que fizeram a primeira bateria do WT do ano, estava o cearense Heitor Alves, que voltou à elite depois de um ano na divisão de acesso (WQS). Porém o brasileiro chegou atrasado e entrou no mar quando faltava apenas cinco, dos 30 minutos, para a bateria acabar. Dessa forma ele conseguiu somar apenas 3,17 e 3,40, fazendo meros 6,57 pontos e ficando em terceiro. O vencedor da bateria foi o australiano Julian Wilson, novato da elite, que fez 14,26 pontos, o compatriota dele, Adrian Buchan, ficou em segundo na bateria, com 12, 44 e também foi para a repescagem.

Na quarta bateria do dia, entrou em ação Raoni Monteiro, que também amargou um terceiro lugar, o primeiro lugar da bateria ficou com o australiano Taj Borrow, que fez a maior pontuação única do dia, 9,27 e somou 16,67. Em segundo, ficou o havaiano Fred Patacchia, com 9,17.

A nona bateria contou com dois brasucas, Alejo Muniz e Adriano de Souza, o Mineirinho, mas foi o local Joel Parkinson que levou a melhor. O vento começou a soprar bem forte durante a bateria, o que ajudou quem já é mais íntimo do pico. Parko somou 7,00 e 8,00. Em segundo ficou Mineirinho, com 11, 17, destaque para a força de vontade de vencer dele, ele esgotou o número de ondas que podia, pegou 15. Alejo terminou em terceiro, com 10,20.

Na última bateria do dia, a última esperança brasileira de classificação para a terceira fase, Jadson André, caiu diante do português Tiago Pires, que estava muito inspirado e levou o primeiro lugar da bateria, com 15,83. Jadson lutou bastante, mas conseguiu apenas a segunda colocação, com 12,70. Em terceiro ficou o norte-americano Damien Hobgood, com 11,77.

Os classificados para a terceira fase são: Julian Wilson (AUS), Matt Wilkinson (AUS), Mick Fanning (AUS), Taj Burrow (AUS), Jordy Smith (AFS), Kelly Slater (USA), Owen Wright (AUS), Josh Kerr (AUS), Joel Parkinson (AUS), Daniel Ross (AUS), Adam Melling (AUS) e Tiago Pires (PRT).

De acordo com a organização o evento deve ficar uns 3 ou 4 dias off, por causa da má formação de ondas.

Aloha!

Baterias da primeira fase do Quiksilver Pro 2011

1 Adrian Buchan (Aus) 12.44, Heitor Alves (Bra) 6.57 e Julian Wilson (Aus) 14.26
2 Bede Durbidge (Aus) 12.03, Matt Wilkinson (Aus) 15.67 e Gabe Kling (EUA) 12.27
3 Mick Fanning (Aus) 16.03, Bobby Martinez (EUA) 12.57 e Cory Lopez (EUA) 7.90
4 Taj Burrow (Aus) 16.67, Fredrick Patacchia (Haw) 9.17 e Raoni Monteiro (Bra) 9.10
5 Jordy Smith (Afr) 16.07, Patrick Gudauskas (EUA) 10.37 e Mitch Crews (AUS) 11.07
6 Kelly Slater (EUA) 13.93, Kai Otton (Aus) 6.70 e Matt Banting (AUS) 11.34
7 Owen Wright (Aus) 12.83, Taylor Knox (EUA) 11.46 e Dusty Payne (Haw) 10.60
8 Marc Lacomare (Fra) 9.87, Brett Simpson (EUA) 7.77 e Josh Kerr (Aus) 11.70
9 Adriano de Souza (Bra) 11.17, Joel Parkinson (Aus) 15.00 e Alejo Muniz (Bra) 10.20
10 Michel Bourez (Tah) 9.10, CJ Hobgood (EUA) 7.43 e Daniel Ross (Aus) 13.00
11 Chris Davidson (Aus) 10.73, Kieren Perrow (Aus) 11.13 e Adam Melling (Aus) 11.40
12 Jadson André (Bra) 12.70, Damien Hobgood (EUA) 11.77 e Tiago Pires (Por) 15.83

Notícias Relacionadas:

25 fevereiro, 2011

Surf Noturno - LED na prancha é a novidade na Europa

Já mostramos aqui o vídeo com o australiano Mark Visser, que surfou à noite, em Jaws, no Havaí, com um colete de LED e proporcionou imagens lindas.

Agora foi a vez da marca Pukas lançar na Europa duas pranchas com tecnologia LED. Para testá-las, o francês Joan Duru e o português Tiago Pires.

As imagens foram feitas para promover a marca, mas são fantásticas, vale a pena conferir!

Surf Noturno com LED na prancha


Parece que o surf noturno está chegando com tudo, a dúvida é se essa moda de surf e LED veio para ficar ou é apenas para criar boas imagens.

Aloha!

Notícias relacionadas:

World Prime 2011 - Jeremy Flores de fora da primeira etapa

Jeremy está de fora da primeira etapa do WT
Foto: Gabriel Teixeira
O francês Jeremy Flores sofreu uma contusão no joelho durante o free surf na última sexta-feira e está de fora da primeira etapa do World Tour, que acontece a partir desse sábado, em Snapper Rocks, na Austrália.

Quem entra no lugar dele é o compatriota Marc Lacomare. Jeremy até tentou cogitar a possibilidade de entrar na repescagem, pois a prova deve ficar parada por três ou quatro dias por causa das formações de ondas, mas a contusão foi muito grave e ele não poderá competir.

Estamos torcendo para que ele melhore logo!

Aloha!

Notícias Relacionadas:

Jeremy Flores vence o Pipeline Masters 2010

Revelação 2010 - Alejo ganha premiação da ASP

O catarinense Alejo Muniz foi surpreendido mais uma vez essa semana, depois de ganhar um presente de Neymar no aeroporto, quando iria embarcar para a Austrália, ele ganhou um novo prêmio criado pela ASP, o Breakthrough Performer Championship, um tipo de Melhor Revelação.

O prêmio foi entregue no tradicional Banquete de Gala, na Gold Coast Australiana, nessa quinta-feira. Junto com Alejo, também recebeu o prêmio Laura Enever. Os dois foram considerados revelações pelo desempenho e pelo surf inovador nas provas do Circuito Mundial no ano passado.

Assista ao vídeo que a TV Waves fez com Alejo comentando o prêmio.


Notícias Relacionadas:

Prêmio Greenish Brasil - Luel Felipe ganha Melhor Onda 2010

Luel comemora o prêmio de Maior Onda 2010
Foto: James Thisted
Aconteceu nessa quinta-feira, 24 de fevereiro, o Prêmio Greenish Brasil 2010, que premiou, em Florianópolis, as melhores ondas surfadas no Brasil durante o ano passado.

O vencedor da principal categoria em disputa, a de Maior Onda, foi o pernambucano Luel Felipe, que faturou R$25 mil pela façanha. O feito foi na Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha e quem também saiu ganhando foram o cinegrafista e o shapper da prancha, que levaram R$ 5 mil cada um.

Na categoria Melhor Aéreo o vencedor foi o catarinense Ricardo Wendhausen e o Melhor Tubo ficou com o carioca Bruno Santos, cada um levou pra casa R$ 10 mil. Assim como na categoria principal, os cinegrafistas e os shappers, também foram premiados, cada um levou R$ 2 mil.

Ao receber o troféu, Luel era só alegria: "Estava muito ansioso, pois todo mundo dizia que eu iria vencer, mas todo este nervosismo foi recompensado por esta alegria que estou sentindo (...) Ganhar um prêmio como este é uma honra para qualquer atleta", disse o pernambucano.

Votaram nesta quinta edição na categoria Maior Onda do Prêmio Greenish os surfistas Carlos Burle, Thiago Jacaré, Rodrigo Resende, Danilo Couto, Fábio Gouveia, Felipe Cesarano, Dê da Barra; os fotógrafos Clemente Coutinho e Aleko Stergiou. Também fizeram parte do júri os jornalistas Júlio Adler, Edinho Leite e Taiu Bueno.

O júri da categoria Melhor Aéreo foi formado pelos surfista Heitor Alves, Pablo Paulino, Gabriel Medina, Marcos Sifu, Kristian Kimmerson, Flanklin Serpa, Fábio Silva, Charlie Brown, Halley Batista, Miguel Pupo, Peterson Crisanto, Carlos Burle, Thiago Jacaré e Taiu Bueno.

Assista ao vídeo com os candidatos ao Prêmio Greenish Brasil 2010



Vencedores do Prêmio Greenish Brasil 2010

Maior Onda
Surfista Luel Felipe
Cinegrafista Max Bruno
Shaper Márcio Zouvi
Local Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)


Melhor Tubo
Surfista Bruno Santos
Cinegrafista Sidnei Machado
Shaper Joca Secco
Local Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (PE)

Melhor Aéreo

Surfista Ricardo Wendhausen
Cinegrafista Alex Costa
Shaper Havenga Surf
Local Praia do Matadeiro, Florianópolis (SC)

Aloha!

Notícias Relacionadas:

24 fevereiro, 2011

Festival de Surf da Polícia Militar 2011 acontece amanhã

Festival de Surf da Polícia Militar 2011
O Festival de Surf da Polícia Militar 2011 acontece amanhã (25/02) no Quebra-mar de Santos (SP). Esse será o V Campeonato de Surf da Polícia Militar do Estado de São Paulo e a expectativa é de festa.


Com previsão de ondas variando entre meio e um metro, 80 policiais militares disputarão o título das categorias em disputa: Pranchinha, Longboard e a novidade deste ano, a Híbrida.


Segundo Fabiano Amorim, soldado e membro da organização do evento, o objetivo da nova categoria é incentivar os iniciantes, que geralmente surfam com pranchas intermediárias.

O Festival de Surf da Polícia Militar é um evento único do gênero no Brasil. O evento será organizado pelo 6º BPM/I em parceria com a Associação Santos de Surf e tem o objetivo de promover integração entre os participantes.


A primeira edição do evento aconteceu em 2007, durante o III Santos Surf Festival, quando as instituiçes perceberam que havia um grande número de praticantes de surf entre os policiais.


No ano passado, o campeão absoluto foi o soldado temporário Luan Xavier, de Itanhaém (SP), que venceu nas categorias pranchinha e longboard.


A competição tem início às 8h e as finais estão previstas para acontecer a partir das 16h15. Para mais informações envie e-mail para contato@santossurf.com.br.


Veja Cronograma do Festival de Surf da Polícia Militar 2011

Circuito Itanhaense de Surf 2011 - Inscrições abertas para Primeira Etapa

Circuito de Surf de Itanhaém 2011 inscrições abertas
A primeira etapa do Circuito Itanhaense de Surf já está com inscrições abertas. A disputa será na praia do Satélite e contará com as seguintes categorias: mirim (até 16 anos), Longboard (idade livre), Máster (acima de 35 anos), Paulistano (idade livre), open (idade livre) e sócios (para sócios do Satélite Esporte Clube).

O valor da inscrição é de R$35,00 e pode ser feita na Fruto D’Água - Av. Roberto I. Uraguchi, 287, Praia do Sonho, Tel.: (13) 3422-1990.

São esperados mais de 90 atletas para participar da competição, que já revelou nomes como Binho Nunes, Wagner Pupo Jayme Pereira, Luan Xavier, Jaime Viúdes, Jonas Lima, Akio Saito, Kleber Silvano e muitos outros.

Além da disputa principal haverá a Expression Session - a manobra mais radical - onde o vencedor leva pra casa uma prancha Bio Marinha Surf Boards.

No total os prêmios serão seis pranchas Fruto D`Água / Brasilian Crest, mais uma prancha Bio Marinha para a manobra mais radical, a Black Iron distribuirá entre as categorias seis shorts bords, dois wet suits e camisetas. A BHS dará acessórios de surf nos seus Kits, e a Dentinho Games dará um celular para a categoria mais disputada.

Para encerrar o evento haverá um show da banda On War.

Aloha!

Notícias Relacionadas:

Circuito Municipal Itanhaém 2010 – Segunda etapa acontece na Praia dos Pescadores

Canoagem - Curso gratuito abre inscrições hoje

As aulas são gratis e podem ser feitas 4 vezes por semana
Foto: Divulgação D.O. de Santos
A prefeitura de Santos abre a partir de hoje inscrições para curso gratuito de canoagem.

Os interessados têm que ter a partir de dez anos e devem se inscrever no Posto 2 (praia da Pompéia, mesmo posto das aulas gratuitas de surf) de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Para fazer a inscrição é necessário levar duas fotos 3X4, atestado médico e comprovante de residência. Se for menor de idade, é preciso levar autorização dos pais ou responsável.

As aulas começam no dia 15 de março no Centro de Apoio Náutico - em frente ao Aquário Municipal - de terça a quinta-feira, das 7 às 12 horas e aos sábados das 8 às 12 horas.

Durante o curso o aluno receberá noções de embarque e desembarque, postura e forma correta de remar, controle da embarcação e contorno de bóia.

As inscrições acabam quando o número total de alunos for preenchido. Ao todo são 210 vagas.

Aloha!

Notícias Relacionadas:

Volta à Ilha de Santo Amaro

23 fevereiro, 2011

Surf e futebol - Neymar presenteia Alejo Muniz

Alejo é surpreendido com presente de Neymar no aeroporto
Foto: Divulgação
Que os “Meninos da Vila” são ligados na bola e mandam muito bem no futebol a gente já sabe, mas eles também podem bater um bolão quando o assunto é surf.

No ano passado publicamos aqui que o Paulo Henrique Ganso estava usando o surf para ajudar no tratamento que fez no joelho, e agora Neymar também mostrou que está por dentro do que rola no surf.

Ele presenteou o catarinense Alejo Muniz, que ontem completou 21 anos de idade, com uma camisa da Seleção Brasileira Sub-20, aquela que venceu o Uruguai por 6X1 e venceu o Sul-Americano Sub 20 este mês.

Pela foto Alejo ficou bem feliz com o reconhecimento, afinal ele acabou de vencer a primeira etapa do ASP World Prime, o Hang Loose Pro Contest 2011, que acabou no pultimo domingo, em Fernando de Noronha. A camisa veio com os seguintes dizeres: Alejo, Parabéns e Boa Sorte no WT. Grande abraço do amigo Neymar.

Os dói atletas, apesar de praticarem esportes totalmente diferentes, têm bastante coisa em comum, ambos são bem jovens, estão se destacando no esporte e desde o ano passado, representam o Brasil em campeonatos internacionais.

Bom exemplo de união do esporte, não importa a modalidade que você pratica!

Aloha!


Notícias Relacionadas:

ONG Educa surf - Surf Social amanhã no Guarujá

Ong EducaSurf oferece atividades sociais no Guarujá
Foto Ilustrativa: Craud
A ONG Educasurf realiza amanhã, quinta-feira (24/2), a partir das 8 horas, diversas atividades na praia da enseada, em Guarujá.

As atividades promovidas amanhã pela ONG Educasurf são voltadas para 250 crianças e adolescentes, de 7 a 18 anos, de comunidades de baixa renda do Guarujá.

O objetivo da ação é levar um pouco de diversão aos menores que cumprirem as cargas horárias e normas internas dos projetos e entidades assistenciais do município.

As atividades envolvem passeio de jet-dki, disco-ski, banana boat, bóia inflável, passeio de barco e aula de surf no Canto do Tortuga (Enseada).

O projeto tem parceria com a Prefeitura de Guarujá, Projetos Trem da Esperança, G.I.C, 2º Templo e Lucky Fet-Ski.
A ONG Educasurf é uma entidade que utiliza o surf como uma ação socioeducativa, com o foco nas áreas da educação, esporte, cultura, saúde, lazer, recreação, meio ambiente e juvenil.

Mais uma atividade do surf social que é pioneiro da Baixada Santista e está cada vez mais forte nas praias da região.

Circuito Mundial de Bodyboard 2011 - Havaiano vence primeira etapa no Pipeline Pro Bodyboarding 2011

Jeff Hunnard vence Pipeline Pro Bodyboard 2011
Foto: IBA/Collins

A primeira etapa do Circuito Mundial de Bodyboarding 2011, o Pipeline Pro 2011, ficou com o havaiano Jeff Hubbard, bicampeão mundial de bodyboarding e exímio conhecedor de Pipeline, o pico mais famoso do surf mundial.

Jeff foi deu um show na decisão do Pipeline Pro de Bodyboard 2011 e mostrou que conhece muito bem o mar do Hawaii.

Na decisão, Jeff somou 19,25 pontos em 20 possíveis e consagrou o que foi a melhor apresentação de toda a etapa do circuito mundial de bodyboard 2011.

Com o título, Jess Hubbard somou 2000 pontos no ranking mundial de bodyboard 2011 e levou ainda U$ 6 mil em prêmios.

Nas primeiras baterias do dia, o mar apresentava melhores condições e os maiores scores do dia vieram das disputas inicias. Já na grande decisão, a escolha de ondas foi fundamental, uma vez que o mar piorou bastante nas últimas horas do evento. E foi dessa forma que Hubbard trilhou sua vitória.

Na decisão, Jeff somou nos 4 minutos finais da bateria duas notas que beiraram a perfeição: 9,75, em um tubo espetacular, e 9,5, somando incríveis 19,25 pontos e coroando de vez o título da primeira etapa do circuito mundial de bodyboard 2011.

Com o resultado, Jeff soma seu terceiro título nas ondas de Pipeline. Na segunda posição ficou o jovem australiano Tom Rigby, um dos grandes nomes do evento. O terceiro lugar ficou com o sul-africano Jared Houston e a quarta posição com o também australiano Dallas Singer.

Brasileiros no Pipeline Pro Bodyboard 2011

Seis brasileiros disputaram o último dia de competições em Pipeline. O primeiro a ser eliminado foi o catarinense Luis Villar, no round 6. Eder Luciano, de Itapema, foi o segundo brasileiro a ser eliminado em Pipeline na última terça-feira. O atleta, top-5 do mundo em 2010, teve uma boa nota, 8,00, mas que não achou uma segunda onda boa e acabou eliminado no round 7.

Nas quartas de final mais três brasileiros acabaram eliminados. Uri Valadão, Lucas Nogueira e Magno Oliveira, que vinham de ótimas atuações nas fases anteriores, acabaram não achando as melhores ondas nesta fase e deixaram o evento.

O baiano voador somou uma das melhores notas do evento, 9,25 em sua primeira apresentação, assim como Lucas que somou 16,60 pontos em sua primeira bateria. Maguinho também se destacou na terça-feira passando duas baterias, mas nas quartas acabou eliminado.

Por fim, o último brasileiro a ser eliminado em Pipe foi o hexacampeão mundial Guilherme Tãmega. O carioca mais uma vez foi o melhor atleta do país em Pipe e abriu a temporada com um ótimo resultado. Guilherme lutou até o fim, mas o mar piorou bastante da metade para o fim do dia em Pipe.

Agora o IBA World Tour parte para a Austrália, onde entre os dias 14 e 20 de abril, acontece a etapa de The Box, em Margaret River.

Semifinais

H61: 1 - Tom Rigby (AUS), 2 - Dallas Singer (AUS), 3 - Mark McCarthy (AFS), 4 - Yeray Martinez (CANA)

H62: 1 - Jeff Hubbard (HAW), 2 - Jared Houston (AFS), 3 - Pierre Louis Costes (FRA), 4 - Guilherme Tâmega (BRA)

Quartas de final

H57: 1 - Dallas Singer (AUS), 2 - Yeray Martinez (CANA), 3 - Lucas Nogueira (BRA), 4 - Spenkcer Skipper (HAW)

H58: 1 - Mark McCarthy (AFS), 2 - Tom Rigby (AUS), 3 - Amaury Laverhne (REUN), 4 - Ryan Hardy (AUS)

H59: 1 - Pierre Louis Costes (FRA), 2 - Jeff Hubbard (HAW), 3 - Diego Cabrera (ESP), 4 - Uri Valadão (BRA)

H60: 1 - Jared Houston (AFS), 2 - Guilherme Tâmega (BRA), 3 - Mike Stewart (HAW), 4 - Magno Oliveira (BRA)

Round 7

H49: 1 - Lucas Nogueira (BRA), 2 - Amaury Laverhne (REUN), 3 - Nathan Branch (AUS), 4 - Jones Russel (AUS)

H50: 1 - Mark McCarthy (AFS), 2 - Dallas Singer (AUS), 3 - Ben Player (AUS), 4 - Bud Miyamoto (HAW)

H51: 1 - Spencer Skipper (HAW), 2 - Ryan Hardy (AUS), 3 - Dave Winchester (AUS), 4 - Mark Watts (AFS)

H52: 1 - Tom Rugby (AUS), 2 - Yeray Martinez (CANA), 3 - Julien Miremont (FRA), 4 - Eder Luciano (BRA)

H53: 1 - Uri Valadão (BRA), 2 - Guilherme Tâmega (BRA), 3 - Sascha Specker (AFS), 4 - Mitch Rawlins (AUS)

H54: 1 - Magno Oliveira (BRA), 2 - Diego Cabrera (ESP), 3 - Jake Stone (AUS), 4 - Alistair Taylor (AFS)

H55: 1 - Pierre Louis Costes (FRA), 2 - Mike Stewart (HAW), 3 - Dave Hubbard (HAW), 4 - Gastão Entrudo (POR)

H56: 1 - Jared Houston (AFS), 2 - Jeff Hubbard (HAV), 3 - Sam Bannet (AUS), 4 - Michael Ostler (AFS)

Round 6

H41: 1 - Nathan Branch (AUS), 2 - Bud Miyamoto (HAW), 3 - Damian King (AUS), 4 - Jarret Lau (HAW)

H42: 1 - Dallas Singer (AUS), 2 - Jones Russel (AUS), 3 - David Phillips (HAW), 4 - Maxime Castillo (FRA)

H43: 1 - Spencer Skipper (HAW), 2 - Tom Rugby (AUS), 3 - Jason Finlay (AUS), 4 - Michael Novy (AUS)

H44: 1 - Julien Miremont (FRA), 2 - Mark Watts (HAW), 3 - Guillermo Cobo (ESP), 4 - Brad Hughes (AUS)

H45: 1 - Sascha Specker (AFS), 2 - Alistair Taylor (AFS), 3 - Manuel Centeno (POR), 4 - Wesley Fischer (AFS)

H46: 1 - Magno Oliveira (BRA), 2 - Mitch Rawlins (AUS), 3 - Luis Villar (BRA), 4 - Brian Wise (HAW)

H47: 1 - Mike Stewart (HAW), 2 - Michael Ostler (AFS), 3 - Kainoa McGee (HAW), 4 - Joe Clarke (AUS)

H48: 1 - Sam Bannet (AUS), 2 - Gastão Entrudo (POR), 3 - Hugo Pinheiro (POR), 4 - Brahim Iddouch (MAR)


Notícias Relaciondas: